Monthly Archives: Novembro 2015

Azul cor de rosa

azul cor de rosaCéu cor de menino
Findando amarelo alvino
Próximo ao sol e horizonte
Tão longes, onde,
mas de onde?

Horizonte amarelo
De nada é perto,
Longínquo ate de si mesmo
Onde caem os barcos
E nunca mais são achados

Céu azul clarinho
É o limite
O mar que segura
Tudo que está na terra
Ate terra

Rema rema, mas não cai!
Cuidado santos Dumont(e)
Indago o que mais me impressiona
Se é o homem navegar no céu mar
Ou não cair no seu horizonte.
[…]

Lucas Carvalho – Sou o Lucas, já tentei dar-me alguns pseudônimos (Como João Pedro, Outrossilva), mas nenhum foi definitivo, então sou o Lucas. Carvalho de preferência. Silva é bastante genérico.